Verão é a época mais perigosa os casos de otite aumentam em 70%

 

Verão e férias escolares são, para muitos jovens, época de frequentar praias e piscinas, de dia, e cair na balada à noite. Nesses ambientes, os danos ao ouvido podem ser redobrados. Tanto a otite externa, causada pela entrada de água nos ouvidos após o mergulho, quanto a freqüência em boates e o uso excessivo de Ipods e MP3 podem trazer danos irreparáveis ao sistema auditivo.

A exposição prolongada a ruídos excessivos pode ocasionar problemas graves de saúde, como insônia, distúrbios cardiovasculares, irritabilidade, perdas de concentração e estresse. É considerado um som ensurdecedor aquele de intensidade acima de 80 dB, muito freqüente nos centros urbanos e comum em casas noturnas, onde o barulho chega a 122 dB, ultrapassando os limites de risco para audição. Segundo o England´s Royal National Institute of Deaf, 3 em cada 4 freqüentadores assíduos de danceterias estão sob risco de perda permanente de audição.

Já os casos de otite aumentam em 70% no verão, segundo especialistas em audição, quando a praia e a piscina são mais utilizadas. A entrada de água ou substâncias irritativas e lesões geradas pela limpeza do ouvido facilitam a ocorrência da infecção. O tipo de otite mais comum é causado por germes e fungos infecciosos provenientes da água, que acometem a parte externa do ouvido.

Na prática da natação, por exemplo, a prevenção é o melhor remédio. O protetor é indicado para aqueles que apresentam otites freqüentes e também pode servir como precaução para evitar a entrada de água nos ouvidos.

"O uso do protetor auricular é importante para quem gosta de praias e piscinas. Ele promove o vedamento do conduto auditivo evitando a entrada de água. Esse mesmo protetor pode ser uma alternativa para quem freqüenta ambientes com muito barulho, pois ele diminui a intensidade do som que entra na orelha", conclui Isabela Gomes, fonoaudióloga do Centro Auditivo Telex.

O Centro Auditivo Telex oferece protetores com registro do Inmetro, feitos sob medida para cada usuário, com a cor que o cliente desejar. A Telex tem protetores feitos em silicone para pessoas que costumam ter problemas de ouvido. A empresa também oferece opções para pessoas comuns que desejam ficar livres de barulhos, praticantes de esportes e para músicos. Nesse caso, o protetor conta com um pequeno filtro adicional para atenuar e, ao mesmo tempo, possibilitar ouvir uma orquestra ou banda com intensidade sonora mais confortável.

Agende uma consulta  na Clinica Regina Ortega com nossos especilialistas para maiores informacoes.

 

 

 

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e fique informado!

Desenvolvido por Fábrica de Tempo

Marcação de consulta Online

Rui Carlos Ortega Filho - Doctoralia.com.br
ou preencha o formulário abaixo:

  • Etapa 1
  • Etapa 2
cancelar CONTINUAR

Informações de exames: (escolha primeiro se é particular ou convênio)

cancelar