Anquiloglossia: você sabe o que é?

Você sabe o que é a anquiloglossia? O termo refere-se a condição congênita denominada de freixo lingual, que conecta a língua ao assoalho da boca e pode apresentar alterações em sua extensão, fixação e espessura. 

Em outras palavras, é a popular “língua presa”, quando os movimentos da língua são limitados. No geral, para a maioria das pessoas, a condição não traz grandes problemas, mas alguns casos precisam de intervenção.

Essas alterações variam de acordo com a intensidade e podem ser classificadas como: leves, parciais, severas ou complexas. Dependendo do nível, podem restringir mais ou menos a amplitude do movimento da língua.

Pacientes diagnosticados com a anquiloglossia podem apresentar problemas de fonação, ou seja, dificuldade para falar. 

Diagnóstico

O diagnóstico precoce logo na infância previne que a criança cresça com essas dificuldades na fonação.

Muitas vezes, a anquiloglossia é negligenciada pois pode passar despercebida. Porém, uma vez identificada, é importante iniciar o tratamento o quanto antes para ajudar o recém nascido a extrair o leite da mãe.

Geralmente, ocorre assim: a mãe que está amamentando percebe a alteração estrutural na boca do bebê e recorre a um especialista otorrinolaringologista. 

Outras alterações que a mãe pode perceber, além da dificuldade de sucção no peito, é a perda de peso e dor no mamilo. A condição é perigosa ao bebê, pois leva ao desmame precoce.

A partir disso, o médico avalia a língua do bebê e indica a melhor conduta médica a ser seguida.

Desde o fim de 2014, a lei federal nº 13.002/2014 tornou a realização em todos hospitais e maternidades do Brasil obrigatório do chamado teste da linguinha. O exame é feito nos recém-nascidos para observar se existe alguma alteração no freio lingual ou frênulo (membrana que conecta a língua ao assoalho da boca).

Quando o frênulo identificado é curto, significa que há a condição anquiloglossia.

Tratamento

O tratamento da anquiloglossia depende do quadro clínico que o paciente apresenta. Confira a seguir algumas opções.

Existe a possibilidade da intervenção cirúrgica, chamada de frenectomia, que consiste na remoção do frênulo lingual, e a frenotomia, na qual é feito um pequeno corte e separação do frênulo lingual.

Esses procedimentos cirúrgicos não são perigosos e podem ser feitos em ambulatório. O tempo médio de recuperação do paciente é de um dia.

Pode ser feita a intervenção fonoaudióloga após a cirurgia, a fim de auxiliar a reabilitação do paciente em atos como mastigar e deglutir melhor.

Otorrinolaringologista na Clínica Regina Ortega

A Clínica Regina Ortega é um consultório de Otorrinolaringologia em São Paulo que tem o objetivo de proporcionar aos pacientes um ótimo atendimento e um serviço médico qualificado.

Conte com nossos especialistas em Otorrinolaringologia e Otorrinolaringologia Pediátrica.
 

Dra. Regina Stela Roland Ortega

Otorrinolaringologista

CRM/SP 33487 / RQE 8904

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e fique informado!

Desenvolvido por Fábrica de Tempo

Marcação de consulta Online

ou preencha o formulário abaixo:

PRÉ-AGENDAMENTO

  • Etapa 1
  • Etapa 2
cancelar CONTINUAR

Informações de exames: (escolha primeiro se é particular ou convênio)

cancelar