O que é otosclerose e como tratar?

Otosclerose, também conhecida como otospongiose, é uma doença que evolui progressivamente e pode levar a dificuldade de ouvir ou até mesmo a surdez. É causada por uma alteração que ocorre na estrutura dos ossos do ouvido, quando eles se endurecem e deixam de cumprir sua correta função.

Essa patologia impede a movimentação correta do estribo, o menor osso da cadeia auditiva humana, que possui importante papel de transmitir o som. Por isso ocorre a dificuldade de escuta: na otosclerose, essa função está danificada.

Em outras palavras, é a reabsorção do crescimento anormal do tecido ósseo endurecido, que impede a correta movimentação das ondas sonoras. É uma das principais causas de surdez em pessoas adultas. Apesar de mais raro, pode atingir pessoas de outras idades. 

Na leitura a seguir, vamos entender como a otosclerose se apresenta, como são os seus sintomas, os seus subtipos e como é feito o tratamento da patologia pelo médico otorrino. 

Continue a leitura para descobrir mais sobre a otosclerose e como tratá-la!

Principais sintomas da otosclerose

Uma das principais manifestações da otosclerose é a perda de audição, comumente condutiva. Isso quer dizer que a perda se dá por um problema mecânico, quando a habilidade dos ouvidos de conduzir som ao ouvido interno é bloqueada ou reduzida. 

Além da perda de audição ser do tipo condutiva, pode acontecer de ser também neurossensorial, que é quando a lesão ocorre na cóclea, no nervo auditivo, ou nas vias percorridas até alcançar o cérebro.  

A evolução da doença progride lentamente ao longo dos anos, mas se agrava em pacientes com mais de 50 anos de idade.

Outros possíveis sintomas da otosclerose são:

  • Zumbido;

  • Vertigens;

  • Problemas de equilíbrio.

Possíveis causas

A otosclerose é uma doença multifatorial de causas ainda não totalmente conhecidas, mas sabe-se que está ligada a componentes genéticos, virais, inflamatórios e autoimunes. 

Os pacientes que possuem a patologia relatam duas fases do avanço da doença, descritas nos subtipos abaixo.

Subtipos da otosclerose

São dois os subtipos da osteosclerose mais comumente relatados:

  • Estapediana: é o subtipo mais comum, atinge aproximadamente 80% dos pacientes. Envolve a janela oval da orelha e o estribo. A perda da audição ocorre de forma condutiva, devido a fixação e engrossamento de pequenos ossos da articulação do ouvido.

  • Coclear: atinge por volta de 20% dos pacientes com otosclerose. Envolve o acometimento da cóclea e vestíbulo. Nesse caso, a perda auditiva é neurossensorial.

Diagnóstico

O diagnóstico da patologia é feito por um médico otorrinolaringologista, especialista responsável por atuar no campo das doenças do ouvido.

Para garantir que se trata de otosclerose, é preciso de uma avaliação clínica, audiometria tonal, timpanograma, impedanciometria, tomografia computadorizada (TC) e outros exames que o médico julgar necessário.

Assim, é possível determinar o estágio de avanço que a doença se encontra e iniciar o tratamento de acordo com as informações.

Tratamento da otosclerose

A otosclerose é uma doença sem cura, mas pode ser controlada por meio de tratamento que alivia os sintomas.

Para tratar a patologia, o otorrino prescreve medicamentos (geralmente, bifosfonatos e fluoreto de sódio) ou indica uso de aparelhos auditivos que amplificam a sonoridade e melhoram a escuta. 
Alguns casos exigem também a intervenção cirúrgica (estapedectomia ou estapedotomia). Na cirurgia, é feita a retirada do estribo que já não mais se movimenta ou parte dele, a fim de substituí-lo por uma prótese de teflon.

A recomendação para quem está sentindo alguma perda de audição ou sintomas como zumbidos é se consultar imediatamente com o otorrinolaringologista. A otosclerose, quando diagnosticada precocemente, possui melhores resultados em seu tratamento. 

Além disso, a consulta com o otorrino garante a saúde dos ouvidos e previne outros problemas e doenças. 

A Clínica Regina Ortega possui um time de profissionais prontos para te atender com profissionalismo, cuidado e atenção! Agende sua consulta.

 

Dra. Regina Stela Roland Ortega

Otorrinolaringologista

CRM/SP 33487 / RQE 8904

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e fique informado!

Desenvolvido por Fábrica de Tempo

Marcação de consulta Online

ou preencha o formulário abaixo:

PRÉ-AGENDAMENTO

  • Etapa 1
  • Etapa 2
cancelar CONTINUAR

Informações de exames: (escolha primeiro se é particular ou convênio)

cancelar