Dores de Ouvido em Viagens de Avião

Uma queixa comum das pessoas que andam de avião, além da comida ruim e o aperto, é a dor de ouvido que ocorre principalmente quando estamos decolando ou pousando, mas em alguns casos, pode durar o voo inteiro e até depois dele.

Nesses momentos ocorre uma mudança brusca da pressão e algumas pessoas tem uma maior dificuldade de compensar essa alteração da pressão em relação a pressão interna nas orelhas, existem alguns cuidados para evitar esse problema.

 

1. Manobra de Valsalva

Essa manobra também é utilizada em mergulho e basicamente serve para tentar equalizar a pressão da orelha com o nariz, é uma das melhores maneiras de se ter alívio rápido, mas devemos ter cuidado e não forçar demais, pois pode piorar a dor, o ideal é que apenas se sinta uma leve pressão no fundo da garganta e nas orelhas.

 

2. Manter o nariz funcionando

O spray nasal de soro fisiológico e alguns outros que podem ser prescritos pelo seu otorrinolaringologista ajudam a liberar a passagem de ar entre as fossas nasais e o ouvido, facilitando o reequilíbrio da pressão interna e evitando a dor.

Para ter esse benefício, deve-se usar o spray meia hora antes da decolagem ou do pouso do voo, de acordo com o momento que mais causa incômodo.

 

3. Mastigar

Mastigar e engolir são ações que naturalmente fazem com que a comunicação entre o nariz e orelha seja ativada, fazendo com que a dor melhore. Por conta disso chiclete e outros alimentos podem ajudar, nos bebês pode se utilizar a chupeta ou até a mamadeira ou peito esses últimos com a criança bem de pé para que o leite não vá para os ouvidos e piore o quadro.

 

4. Bocejar

Bocejar propositadamente ajuda a movimentar os ossos e músculos do rosto, promovendo a abertura da tuba auditiva e favorecendo a regulação da pressão.

Em crianças, essa técnica deve ser feita ao estimular os pequenos a fazerem caretas e imitarem animais como leões e ursos, que abrem bastante a boca durante o rugido.

 

5. Compressa quente

Apesar de não ser algo que afetará diretamente o equilíbrio da pressão, isso pode dar bastante alívio e pode ser feito no avião sem maiores dificuldades pois em alguns voos eles já fornecem o lenço umedecido antes das refeições ou pode ser solicitado a equipe de comissários água quente e um lenço.

 

Além disso, deve-se evitar dormir durante a decolagem ou o pouso do voo é importante para evitar dores de ouvido porque, ao dormir, o processo de adaptação às mudanças de pressão é mais lento e sem controle, fazendo com que normalmente o passageiro acorde com dores no ouvido. Quando a dor não passa ou você já esteja com algum problema nasal como gripes, resfriados, sinusite, o ideal é que se procure um otorrinolaringologista para tratar o problema ou prevenir complicações antes de sua viagem.

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e fique informado!

Desenvolvido por Fábrica de Tempo

Marcação de consulta Online

ou preencha o formulário abaixo:

  • Etapa 1
  • Etapa 2
cancelar CONTINUAR

Informações de exames: (escolha primeiro se é particular ou convênio)

cancelar