Faça um bom investimento:

Dia 3 de março, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), é oficialmente o Dia Internacional da Audição. Perda auditiva é uma das enfermidades que afeta tanta a maioria das pessoas, como também causa um grande impacto na vida e saúde delas. No entanto, perda auditiva é também entre as enfermidades  que pode ser tratada e prevenida com mais eficácia e com custos reduzidos.

Vários estudos realizados na Europa sugerem que de 10 a 12% de todos os adultos declararam ter perda auditiva, isso siginifica dizer que, mais de 52 milhões de pessoas, na União Europeia, dirão que têm perda auditiva.

Uma das grandes fundações mundiais, a Organização Mundial da Saúde (OMS), usando índices de prevalência de perda auditiva, pontuou que perda auditiva representa um custo alto para a economia mundial, isto é, 750 (USD) bilhões de dólares anual. Nos Estados Unidos, os custos sociais estimados  para perda auditiva, não tratada, são de 178 (EUR, €) bilhões de euros, anualmente.

Economizar é importante

Há um adágio que diz: “poupar é importante”, no entanto, no caso de perda auditiva pequenos investimentos com prevenção e tratamento representam uma economia significante. Nós temos que adotar medidas voltadas para perda auditiva não tratada. Isso representa um bom investimento, afirma o Secretário Geral da EHIMA, Soeren Hougaard.

“Primeiro que tudo”, é importante prevenir perda auditiva, principalmente protejendo-se contra ruídos e som alto, no ambiente de trabalho, e mais ainda, em atividades de entretenimento. No entanto, quanto mais as pessoas puderem tratar perda auditiva, mais elevado será o nível de qualidade de vida delas. Existe hoje em dia muitas pessoas com perda auditiva não tratada”, pontua o presidente da AEA, Mark Laureyns.

Os principais  custos com perda auditiva não tratada representam um aumento com custos voltados para a saúde. É comprovado que perda auditiva está associada a depressão, declínio cognitivo e demência. Outro custo social relacionado à perda auditiva não tratada é o aumento de desemprego, aposentadoria antecipada e redução das receitas fiscais e outros custos sociais por conta de rescisão, dificuldade de comunicação e isolamento social. Além disso, perda auditiva não tratada resulta em aumento de apoio educacional e outras despesas.

Benefícios e tramento

“A sociedade será beneficiada, grandemente, através de tratamento para perda auditiva. A sociedade irá obter muitos benefícios ao reduzir despesas com sáude, benefícios para desempregados,  aposentadorias, outros custos sociais, e ao mesmo tempo aumentar os rendimentos fiscais. Os custos sociais com tratamento para perda auditiva são extremamente baixos comparados com os custos de perda auditiva não tratada”, afirma a vice-presidente da EFHOH, Lidia Best.

Fonte : http://www.hear-it.org/pt/faca-um-bom-investimento-prevenindo-e-tratando-perda-auditiva

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e fique informado!

Desenvolvido por Fábrica de Tempo

Marcação de consulta Online

ou preencha o formulário abaixo:

  • Etapa 1
  • Etapa 2
cancelar CONTINUAR

Informações de exames: (escolha primeiro se é particular ou convênio)

cancelar