Cada vez mais comum em jovens, zumbido quase sempre indica perda auditiva

Em mais de 90% dos casos, o chiado ou ruído frequente no ouvido é sintoma de perda auditiva, segundo o otorrinolaringologista Ítalo de Medeiros, do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo).Medeiros conta que hoje é muito mais comum encontrar jovens com o problema do que antigamente. A causa é o uso contínuo de fones de ouvido do celular, do tocador de MP3 ou do próprio computador em volume alto, algo que é cada vez mais frequente. "Essa perda [de audição], é importante ressaltar, é irreversível", diz.

O médico explica que há outros problemas capazes de causar zumbido, como alterações no nível de açúcar do sangue, na tireoide, e mesmo fatores como abuso de cigarro, cafeína, xantina e certos remédios, que são excitantes do labirinto. E ele avisa que o zumbido que costumamos ouvir depois de assistir a um show, por exemplo, é transitório e não configura algo mais sério.

Medeiros alerta que apenas 20% das pessoas que apresentam zumbido procuram o otorrinolaringologista. O que é uma pena: "Vários zumbidos são passíveis de tratamento e cura", afirma o médico.

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e fique informado!

Desenvolvido por Fábrica de Tempo

Marcação de consulta Online

Rui Carlos Ortega Filho - Doctoralia.com.br
ou preencha o formulário abaixo:

  • Etapa 1
  • Etapa 2
cancelar CONTINUAR

Informações de exames: (escolha primeiro se é particular ou convênio)

cancelar