Janeiro de 2014 é o mais quente de todo os tempos em São Paulo

Os paulistanos estão enfrentando dias de muito calor e esta sexta-feira promete ser ainda mais quente. De acordo com os meteorologistas da Somar, hoje a temperatura máxima deve alcançar os 35ºC na Capital paulista e assim, o mês de janeiro será o mais quente da história. Já que a temperatura media dos últimos 30 dias está em 31,8ºC, valor que iguala com o recorde anterior registrado em fevereiro de 1984. 

Até agora os meses de janeiro de 2014 e fevereiro de 1984 foram os mais quentes desde o início das medições do INMET em São Paulo em 1943, porém neste último dia deste mês, a temperatura promete ser ainda mais alta. Tudo indica que vamos ultrapassar a média de 31,8ºC nesta sexta-feira e assim teremos o mês mais quente de todos os tempos. “Basta que a temperatura máxima alcance os 32,3°C (32 e meio para facilitar) neste dia 31 de janeiro para que a média seja ultrapassada em 0,1°C (chegando a 31,9°C). E isso irá acontecer, já que a máxima de hoje oscilará entre 34°C e 35°C” - afirma o meteorologista Celso Oliveira da Somar Meteorologia.

Os termômetros vão ficar 7ºC acima do normal nesta sexta-feira na Capital paulista, já que a média climatológica de temperatura máxima (registrada durante a tarde) para o mês de janeiro em São Paulo-SP é de 27ºC. Segundo os meteorologistas da Somar, o calor foi mais intenso devido a chuva mal distribuída que ocorreu no decorrer deste mês. “O acumulado atingiu os 239mm neste mês, valor que alcança a média climatológica de janeiro, porém ela foi mal distribuída” - comenta a Patricia Vieira, do grupo de operação da Somar. Há registro de chuva em apenas 16 dias deste mês, porém tivemos 6 dias com temporais de fim de tarde, muito volume em pouco tempo. Nos últimos dias não tivemos as pancadas de fim de tarde, o que permitiu a elevação das temperaturas na cidade. Todos os dias deste mês foram quentes e ensolarados, não tivemos nenhum dia de tempo fechado e chuvoso.

Calorão continua em todo o Estado de SP pelo menos até a primeira quinzena de fevereiro


O calor continua pelo menos até o dia 15 de fevereiro na cidade de São Paulo, já que temos a atuação de um bloqueio atmosférico que impede o avanço de instabilidade pelo país. "Este sistema é composto por ventos no alto da atmosfera, chamados de Corrente de Jato, que ganharam força e impediram que as frentes frias cheguem ao Brasil, e com isso uma grande massa de ar quente predominou nos últimos dias de janeiro” - explica o meteorologista da Somar, Celso Oliveira. Assim, o Brasil ficou dependendo basicamente da umidade da Amazônia para provocar chuvas - mas sem ventos que carregassem essa umidade pelo País, tivemos chuvas concentradas somente mais no Norte e parte do Nordeste.

Este tipo de bloqueio é mais comum em meses de outono e inverno e não muito frequente num mês de janeiro. Segundo a Somar Meteorologia, o bloqueio acabou provocando também uma condição meteorológica incomum para o alto verão: ausência de umidade e de chuva no Sudeste. E essa falta de chuva têm preocupado diversos setores da economia, como abastecimento de água e energia elétrica, agricultura e pecuária. A expectativa é de termômetros acima dos 30ºC até pelo menos o dia 15 de fevereiro em todo o país. Todo este calor faz despencar a umidade do ar em algumas regiões, portanto o ideal é consumir muita água. Além disso, o índice de radiação solar está entre 13 e 14, considerado extremo numa escala que vai até 15, então não se esqueça também de usar o filtro solar.

Fonte :http://jornaldotempo.uol.com.br/noticias.html/59530/janeiro-de-2014-e-o-mais-quente-de-todo-os-tempos-em-sao-paulo/

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e fique informado!

Desenvolvido por Fábrica de Tempo

Marcação de consulta Online

ou preencha o formulário abaixo:

  • Etapa 1
  • Etapa 2
cancelar CONTINUAR

Informações de exames: (escolha primeiro se é particular ou convênio)

cancelar