Saúde auditiva das crianças

Para muitas crianças a volta às aulas é o momento de reencontrar amigos. Para outras, é uma fase de adaptação. Mas um aspecto é comum a todas: o cuidado com a audição.

 
A obrigatoriedade da triagem auditiva nos recém-nascidos já é uma realidade no Brasil. Porém, os pais devem ter a preocupação de monitorar a saúde auditiva de seus pimpolhos em idade escolar, levando-os anualmente a um especialista, a fim de se anteciparem a qualquer problema que possa surgir. 
 
Você sabia que cerca de 25% das crianças em fase escolar sofrem redução da capacidade auditiva? Desatenção, incômodo no ouvido, hiperatividade e troca de letras na fala e na escrita são alguns indícios de uma possível perda auditiva, que pode surgir em consequência de otites e acúmulo de cera, tão comuns na infância.
 
Exames como audiometria, B.E.R.A. e Emissões Otoacústicas permitem um diagnóstico preciso. O otorrinolaringologista, profissional especializado no assunto, saberá indicar o exame adequado para cada situação.
 
Vale lembrar que a prevenção é sempre o melhor remédio. Visite um otorrinolaringologista anualmente e proporcione o máximo do desempenho auditivo de suas crianças.
 
Saúde a todos!

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e fique informado!

Desenvolvido por Fábrica de Tempo

Marcação de consulta Online

ou preencha o formulário abaixo:

  • Etapa 1
  • Etapa 2
cancelar CONTINUAR

Informações de exames: (escolha primeiro se é particular ou convênio)

cancelar