Saiba como evitar e tratar a perda auditiva

Saiba como evitar e tratar a perda auditiva

Mais de 9 milhões de brasileiros declararam sofrer de algum tipo de deficiência de audição

Quem mora em cidades movimentadas e está exposto diariamente a barulhos constantes, sabe que esses ruídos são grandes causadores de estresse. Mas, além disso, eles podem causar outro sério problema: a perda auditiva.

 

Os sons do trânsito, dos bares e baladas, obras e dos companheiros fones do ouvido são prejudiciais a nossa audição, e a exposição frequente a esses ruídos pode levar, com o tempo, à perda permanente e irreversível da audição, já que as células do ouvido não têm a capacidade de se regenerar . De acordo com o último censo do IBGE, mais de 9 milhões de brasileiros declararam sofrer de algum tipo de deficiência de audição.

 

Como saber

 

A fonoaudióloga Isabela Gomes, da Telex, explica que qualquer sintoma auditivo precisa ser analisado. Dificuldade de entender o que os outros dizem, ouvir algum tipo de zumbido, sentir alguma dor ou o fato de pedir constantemente para os outros repetirem o que falam já podem ser sinais do dano. Com o exame de audiometria é possível identificar o grau da perda auditiva e qual região do ouvido está afetada.

 

Dicas para evitar a perda auditiva

 

A médica destaca que o uso de protetores auriculares é uma medida bastante eficaz, pois eles filtram e minimizam os ruídos e não impedem a pessoa de ouvir o som ambiente.  Veja outras formas de prevenção:

 

• Modere o volume da música quando usar fones. Para saber a medida ideal: a pessoa ao lado não deve ouvir o som que sai de seu aparelho e você precisa escutar a voz dela;


• Prefira os fones de ouvido do tipo concha;


• Use protetor auditivo em baladas e eventos esportivos;

 

• Mantenha-se longe das caixas de som;

 

• Em casa, evite ligar ao mesmo tempo máquina de lavar, liquidificador, TV e outros eletrodomésticos;


• Ao sair de lugares barulhentos, fique em silêncio por pelo menos 20 minutos para descansar os ouvidos, pois as células auditivas ficam sobrecarregadas;


• Quando o trânsito estiver pesado, evite, se possível, andar a pé; e no carro, feche os vidros;



• Se mora em ruas movimentadas, adote a proteção acústica nas paredes e janelas de casa.

 

Solução

 

Se algum problema for constatado, o uso do aparelho auditivo, muitas vezes, resolve sem causar constrangimentos a quem usa. "É preciso acabar com esse preconceito de usar o aparelho. Muitas pessoas sabem que têm problema de audição, mas preferem não usá-lo”, afirma Isabela. A médica explica que os aparelhos auditivos estão cada vez menores e com tecnologia que desempenha as funções tão bem quanto a audição humana, tornando-os discretos e confortáveis para quem usa.  

 

O ideal é sempre procurar um otorrinolaringologista para avaliar sua audição e fazer audiometria a cada ano. Quanto mais cedo, melhor.

A Clinica Regina Ortega é especializada em Otorrinolaringologia e dignose

Fonte :http://vivabem.band.uol.com.br/saude/noticia/?id=100000541071 

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e fique informado!

Desenvolvido por Fábrica de Tempo

Marcação de consulta Online

Rui Carlos Ortega Filho - Doctoralia.com.br
ou preencha o formulário abaixo:

PRÉ-AGENDAMENTO

  • Etapa 1
  • Etapa 2
cancelar CONTINUAR

Informações de exames: (escolha primeiro se é particular ou convênio)

cancelar